domingo, 26 de outubro de 2008

Sem saberes porquê..


E assim vai continuar,
até que percebas...
Não tens de perceber, tens de respeitar!
That's what i wanted,
And didn't get...

7 comentários:

Ana Monteiro disse...

Se eu sentisse que essa luta me levava a algum lado, lutava. Infelizmente, estou a lutar contra moinhos de vento.

Farta de me magoar.

:'x

Ana Monteiro disse...

Talvez eu não queira pintar o cabelo de loiro por causa de alguém que nem me dá valor, mas eu sei lá.

Estou TÃO perdida.

:|

Ana Monteiro disse...

Eu sei que, apenas eu, posso decidir se é ou não o fim e, parte de mim, simplesmente não acredita que o seja. Mas quando se vêem certas coisas, custa a manter a posição... Juro que não percebo a necessidade de ter comportamentos confusos.
Se é sim, é sim. Se é não, é não. Porquê é que ele parece que está a brincar comigo e, no entanto, nunca parece ser com intenção?

Vou escrever carta de reclamação. --

morethanfeelings disse...

Um pequeno mas intenso post... beijinho*

gestão disse...

perceber que nao tens de perceber é dificil...só a ideia já me baralha:)

curto e simples...assim se escreve bem português:) gostei...faz pensar...abracos

Martim disse...

perceber que nao tens de perceber é dificil...só a ideia já me baralha:)

curto e simples...assim se escreve bem português:) gostei...faz pensar...abracos

esquece o de cima:)

Lena disse...

Há coisas que não sao para perceber...
***